O estado do Ceará deu início oficial à vacinação contra a covid-19, nesta segunda-feira (18), logo após a chegada das primeiras doses do imunizante na capital cearense.

Na cidade de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, a primeira pessoa a ser vacinada foi a profissional de saúde Jennifer Serafim, enfermeira da UPA daquela cidade e ex-aluna do curso de Enfermagem do Centro Universitário Unigrande.

Jennifer foi a primeira enfermeira de Caucaia a notificar caso suspeito e confirmado do Covid – 19, logo que o vírus foi identificado em nosso estado, no início do mês de março de 2020.  Quase um mês após o surgimento do primeiro caso, em 07 de abril, ela foi infectada por COVID-19 (SARS-Cov-2). Segundo ela, “momentos difíceis e inenarráveis”.

No dia 19 de janeiro, logo que teve início a vacinação na cidade de Caucaia/CE, Jennifer foi convidada para ser a primeira profissional da saúde a receber a vacina na cidade.

Além de destacar a relevância do conhecimento científico e do Sistema Único de Saúde (SUS) no combate à doença, após ser vacinada Jennifer comentou sobre a importância da vacinação e o que estava sentindo por ter sido a primeira pessoa da cidade a receber o imunizante.

“Tomei a primeira dose da vacina Coronavac. Além de lisonjeada, sinto-me emocionada e esperançosa por dias melhores. Ao tomar a vacina, só conseguia lembrar da gratidão que tenho a todos os profissionais da saúde, em especial os cientistas responsáveis na confecção da vacina e aos profissionais de enfermagem de todo o mundo que ficaram na linha de frente, com medo, assustados, temendo por suas vidas e de seus entes que aguardavam em casa. Vivemos uma guerra árdua, onde não paramos um só minuto de lutar. Viva a ciência, viva a Enfermagem e Viva o SUS. ”

Campanha de vacinação

Com essa primeira remessa das vacinas, a previsão é que 109 mil pessoas possam ser vacinadas no Ceará, já que cada uma precisa de duas doses para garantir uma melhor defesa do corpo contra o vírus. De acordo com o governador Camilo Santana, “Já há um cronograma de vacinas montado pela Secretaria da Saúde do Estado, para Fortaleza e o Interior. Estamos com expectativa de receber mais doses ainda nessa semana do Ministério da Saúde”, destacou.

A prioridade na vacinação será para profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19 de unidades públicas e privadas, que serão imunizados nos locais onde trabalham, e idosos institucionalizados (que residem em asilos).

O governador agradeceu e ressaltou a importância dos profissionais da saúde no enfrentamento a essa pandemia que tem assolado o mundo.

“Agradeço aos nossos guerreiros e guerreiras profissionais da saúde que ao longo desses meses de quase um ano têm estado à frente, no front, acolhendo as pessoas e salvando vidas”, concluiu.

 

Por Franzé de Sousa

compartilhe