Simulação realística como metodologia de ensino e prática de enfermagem

Diretor Geral Me. José Liberato e a Reitora Me. Cristiane Mendonça (esquerda)

O Centro Universitário da Grande Fortaleza – Unigrande – realizou, na manhã desta segunda (10), o exercício de preparação dos alunos do curso de Enfermagem para a abordagem e atendimento aos pacientes nas unidades de tratamento da saúde. A atividade contou com a presença do Diretor Geral da instituição Mestre José Liberato Barrozo Filho e da reitora Professora Mestre Cristiane Mendonça.

A simulação é utilizada para treinamento de alunos do curso de Enfermagem com o intuito prepara-los para o atendimento durante o tratamento nas unidades de saúde, proporcionando uma melhor prática, uma melhor vivência da realidade que irá encontrar dentro de uma unidade hospitalar.

O exercício consiste em proporciona uma aprendizagem mais próxima da realidade. A técnica simula o trabalho no ambiente hospitalar com todos os elementos existentes para o tratamento da saúde do paciente. É também uma oportunidade para que os futuros profissionais possam dominar o assunto proposto e adquirir segurança na abordagem aos doentes.

Metodologia aplicada

 

Professora Ana Ofélia (esquerda) explica a metodologia utilizada na simulação.

O treinamento é baseado na reprodução de situações reais nas quais os profissionais podem aprimorar suas habilidades técnicas de atendimento de alto desempenho. O futuro profissional está sendo preparado para dominar as técnicas de uso de aparelhos hospitalares como ventiladores mecânicos, desfibriladores e manuseio de monitor cardíaco. Também estará apto a administrar medicamentos, preparar banhos de infusão e conhecer os protocolos de animação cardiopulmonares.

A atividade também enfatiza conceitos importantes de avaliação sistemática do paciente, suporte básico de vida, reconhecimento de diferentes situações de emergência, na simulação do trabalho em ambiente hospitalar com todo os elementos existentes internos e externos que possam interferir na assistência da enfermagem.

Ao exercer a atividade em sala de aula (laboratório) o aluno está sendo capacitado para trabalhar em qualquer tipo de atendimento de baixa e alta complexidade. Além disso, é preparado para desenvolver o atendimento humanizado, de forma que possa prestar uma assistência de qualidade tanto ao paciente quanto às famílias, esclarecendo dúvidas e garantindo que a família também possa ser assistida com as informações sobre o paciente em tratamento.

Aluna Nicoly Pereira durante a atividade.

Nicoly Pereira, aluna do 10º semestre de enfermagem,  afirma ter ficado surpresa com a metodologia utilizada no curso.

“As professoras conseguem transformar o ambiente em situações bem reais. Não é uma aula qualquer! A gente está vivendo como se estivesse no hospital; a gente chega e recebe o plantão, confere o carrinho, visitamos os pacientes e vivencia as intercorrências que acontecem no ambiente hospitalar. As simulações são bem reais. Durante o atendimento aos pacientes marcamos exames, fazemos procedimentos. Atendemos o paciente do começo ao fim; até a alta. A gente tem aprendido muito!”

A simulação realística faz parte da técnica das metodologias ativas de aprendizagem, que consiste em fazer os ensinamentos ter sentido, trazendo o aluno para próximo da realidade que irá vivenciar durante o trabalho na instituição de saúde.

 

 

Por Franzé de Sousa

 

TAGS

ENFERMAGEM   SAÚDE   METODOLOGIA    APRENDIZAGEM 

compartilhe