A maratona Código Aberto foi criada pelo Grupo Locaweb para ajudar profissionais a ingressarem na área de desenvolvimento e tecnologia.
Nós sabemos que a jornada de aprendizado para desenvolvedores e profissionais de internet, deve ser contínua e para isso, reunimos especialistas do mercado e combinamos os melhores conteúdos para acelerar a sua evolução na área.

A 1a edição do evento acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro, 3 trilhas de conteúdo: Carreira, Tecnologia, Gestão e Negócios.
100% grátis e com certificado. Tudo desenvolvido para impulsionar sua carreira e acelerar seus resultados.

Trilha 2 – Tecnologia: Tecnologia + Live coding “Desenvolvendo uma estrutura base para aplicações de alto desempenho”

Hora de avançar para o próximo nível: neste tutorial ao vivo, você irá acompanhar um treinamento intensivo sobre tecnologias e um passo a passo para desenvolver estruturas de alto desempenho para as suas aplicações, direto ao ponto e com muito código.
Faça a sua inscrição e acompanhe a live coding com um Cloud VPS + LAMP

Veja a programação dos outros dias:
*As inscrições devem ser realizadas individualmente e por evento*

30/09: Maratona Código Aberto: Trilha Gestão e Negócios para Devs

Inscreva-se! 🙂

Código aberto é um modelo de desenvolvimento criado em 1998, que promove o licenciamento livre para o design ou esquematização de um produto, e a redistribuição universal desses, com a possibilidade de livre consulta, examinação ou modificação do produto,[1] sem a necessidade de pagar uma licença comercial, promovendo um modelo colaborativo de produção intelectual.

O termo “código aberto” foi popularizado pela Open Source Initiative (OSI), que difere de um software livre por não seguir as quatro liberdades definidas pela Fundação de Programas Livres (do inglês: Free Software Foundation – FSF), que são também compartilhadas pelo projeto Debian. Qualquer licença de software livre é também uma licença de código aberto (open source), mas o contrário não é necessariamente verdade.

Enquanto a FSF usa o termo “Software Livre” envolta de um discurso baseado em questões éticas, direitos e liberdade, a OSI usa o termo “Código Aberto” sob um ponto de vista puramente técnico, evitando (propositadamente) questões éticas. Esta nomenclatura e este discurso foram cunhados por Eric Raymond e outros fundadores da OSI com o objetivo de apresentar o software livre a empresas de uma forma mais comercial evitando o discurso ético.

compartilhe